fidelização

Rede Quatro Rodas aumenta em 55% as vendas de combustíveis em apenas 4 meses.

O empresário Milton Alves Costa Júnior enxergou na fidelização um sinônimo de rentabilidade. Veterano na revenda de combustíveis, o empreendedor tinha em mente que precisava estabelecer clientes fieis de forma rápida, uma vez que o atual cenário econômico não permite amadorismo. Com uma estratégia acertada de mercado, Júnior catapultou as vendas dos dois postos que arrendou em Teófilo Otoni,  nordeste mineiro em pelo menos 55%. O mais surpreendente é que o empresário trabalha com preços R$0,28 mais caros que a média dos postos da cidade.

O revendedor inaugurou recentemente seu terceiro posto. “Entramos com um plano de marketing arrojado, focando num diferencial de atendimento e na fidelização dos clientes”, diz Júnior, dando a fórmula do sucesso.

O incremento nas vendas ocorreu após a implantação do Programa de Fidelidade do ClubPetro. Júnior introduziu o serviço em território teófilo-otonense dois meses antes da inauguração dos postos da Quatro Rodas, em abril deste ano.

Empreendedor, Milton Júnior entende que poucas compras são tão recorrentes para os consumidores quanto a aquisição de combustível. Acúmulo de pontos e possibilidade de troca por produtos, prêmios e serviços encantam clientes e os incentivam a abastecer no mesmo posto. “Aqui virou febre, todos querem ter o cartão fidelidade”, comenta.

O faturamento da empresa de Júnior aumentou e, consequentemente, foi positivo para o Market Share da ALE em Minas Gerais, em relação a outras empresas. O empresário mineiro é atualmente membro do Conselho da Companhia, tida como a quarta maior distribuidora do país. “Estou há mais de 15 anos na Ale, a vi crescer e cresci junto com ela”. 

 

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem

A Rede Quatro Rodas teve início com um posto na cidade de Pavão, em Minas Gerais, que levava o nome de Posto dos Fazendeiros. O estabelecimento foi criado pelo pai do empresário, Milton Alves Costa. “Há dezesseis anos me associei com meu pai e fundamos a rede de postos Quatro Rodas. Hoje estamos além de Pavão, em Novo Oriente de Minas, Águas Formosas, Crisolita e Teófilo Otoni. Contamos hoje com uma equipe de mais de 80 colaboradores”.

Um dos sucessos do empresário é o trabalho muito bem feito no resgate de clientes inativos, são campanhas específicas para os clientes que ficam acima de 30 dias sem retornar ao posto.

Quer saber mais sobre o ClubPetro? Agende com um de nossos especialistas.


fidelização

Rede Mineira aposta em fidelização e aumenta vendas do Shell V-Power

Um mix de vendas com recorde de 59,8% na venda de gasolina V-Power na região central de Minas Gerais. São esses os resultados conquistados pela rede mineira de postos de combustíveis Inconfidentes, bandeira Shell. Um case de sucesso que driblou pelo menos dois cenários econômicos desmotivadores: a crise econômica nacional e a crise da mineração, que atingiu em cheio cidades que dependem da extração do minério de ferro.

Apesar dessas barreiras, a Rede Inconfidentes ostenta o prêmio “Fazendo a Diferença”, da Raízen, iniciativa que reconhece os empresários que superaram grandes desafios com a bandeira da companhia. O título foi veiculado na edição de julho da revista do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais, o Minaspetro. O Fazendo a Diferença premiou apenas três redes de um mercado de 5.800 postos da Shell no Brasil.
A empresa dele tem cinco postos nas cidades de Itabirito, Ouro Preto e Mariana. São municípios diretamente impactados pela crise minerária e pelo rompimento da barragem de Fundão, da Samarco Mineração. O grave e inesperado quadro fez com que as vendas de combustíveis despencassem nessas cidades em um patamar nunca antes observado.

José Eustáquio tinha tudo para desistir, mas esse não é seu perfil de trabalho. Para mirar contra a crise que assaltou qualquer margem de lucro, a bala posta no gatilho pelo empresário tem nome: fidelização, ou seja, manutenção dos clientes já conquistados com excelência operacional em atendimento.

Fidelização

Para a lealdade dos clientes, o revendedor apostou no ClubPetro. O programa foi instalado com grande sucesso em Itabirito e em Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto, conta. “E já notamos um grande incremento nas vendas desses pontos. E também podemos monitorar retornos aos postos, ausência, além de premiar em épocas como aniversários, por exemplo. Uma ferramenta muito dinâmica e que vem de encontro aos nossos anseios”, disse o empreendedor, citando que as vendas já recuperaram e aumentaram o que antes foi derrubado pela conjuntura econômica.

A fidelização foi conquistada pela rede Inconfidentes em produtos diferenciados, como a gasolina Shell V-Power e lubrificantes a granel. A pontuação obtida pelo cliente o induz a voltar ao posto e trocar por produtos, prêmios e serviços. O empresário investiu ainda na modernização das instalações, estruturas limpas e funcionais e mídias. “Fazemos assim a roda girar”, elenca, satisfeito. A empresa dele hoje conta com 130 colaboradores e transporte próprio, por meio da Fórmula Transportes e Logística.

Quer saber mais sobre o ClubPetro? Agende com um de nossos especialistas.

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem


postos de rodovia

Rede GMAXX aumenta o controle e a boa gestão de clientes em postos de rodovia.

Maior controle, agilidade e boa gestão dos benefícios aos clientes, foram  motivos determinantes para que a Rede Gmaxx, de postos de rodovia, instalada do Paraná, optasse por um programa de fidelidade exclusivo para postos de combustíveis.

O que antes era feito manualmente, demandando mais tempo e passível de fraude, hoje é automatizado, dando maior segurança ao revendedor e mais agilidade no atendimento.

Para Djaeimes Darrem Glaser, gerente do posto da Rede Gmaxx de Guaíra, fidelizar os clientes com um programa específico para postos de combustíveis, “foi uma tacada de mestre”. Antes os postos da rede trabalhavam com um programa manual de pontuação, o que gerava pouco controle, riscos de fraude, além da demora em todo processo.

Segundo Djaeimes, hoje o processo é rápido, prático e antifraude. “O programa teve um ótima aceitação dos clientes. Não temos mais dificuldades no controle da pontuação e do resgate de prêmios”.
Com a gestão feita por um programa específico, os clientes acumulam pontos para troca de produtos e serviços oferecidos pelo próprio posto ou por parceiros. Um catálogo de prêmios é sugerido pela equipe do programa ao revendedor, com os itens mais atrativos. No caso dos postos de rodovia, a troca por serviços dentro do próprio posto, são bem aceitos, como alimentação, banho, manutenção de peças, entre outros. O gestor do posto passa a ter um maior controle de seus clientes, como frequência de abastecimento, valor do ticket-médio e serviços mais utilizados.

O programa que atende aos postos da Rede Gmaxx, é específico para postos de combustíveis e fornecido pela empresa ClubPetro. “O programa nos da um bom suporte, nos ajuda na questão da competitividade, – já que todos os postos de rodovia oferecem benefícios aos clientes,- nos auxiliando na questão de campanhas para retorno de clientes inativos, sugestão de prêmios atrativos, além de um pós-venda ativo e sempre acessível”, finaliza.

Quer saber mais sobre o programa? Agende com um dos especialistas ClubPetro.

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem


fidelização

Postos Pires atingiram 76% das vendas fidelizadas em 2016


Como se trata de um produto não durável, necessário e de constante consumo, conquistar o cliente de combustíveis não é apenas cadastrá-lo e esperá-lo retornar ao posto sem que perceba vantagens. Foi pensando nisso que o Grupo Família Pires, com quatro postos de combustíveis no interior de Minas Gerais, implantou em todas as unidades um software de fidelização próprio para postos de combustíveis e satisfatório tanto para o negócio como para os clientes fidelizados, que pontuam, acumulam e trocam seus pontos por serviços e produtos nos próprios postos ou em parceiros como salões de beleza, cinemas, espaço kids e outros.

Hoje, a empresa conta com mais de 57.000 clientes fiéis e apresenta como resultado o aumento significativo no volume de vendas e na rentabilidade, já que com a fidelização o cliente retorna em média 56% mais vezes e tem um ticket-médio maior.

Para Ricardo Pires, administrador dos postos de combustíveis do Grupo, a fidelização dos clientes foi uma boa ação para os negócios, além de permitir conhecimento sobre seus consumidores e criação de estratégias de vendas segmentadas. “Com a implantação do software de fidelização específico para postos de combustíveis, recebemos relatórios mensais com resultados pertinentes e que nos ajudam na atuação direta aos clientes cadastrados e que por algum motivo estão sem retornar aos postos, por exemplo. Investimos também em treinamentos específicos e incentivos aos frentistas, que percebem a importância do bom atendimento e do retorno constante do cliente fidelizado”.

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem


posto de combustível

Como aumentar as vendas em postos de combustíveis e melhorar o resultado no fim do mês?

Para melhorar os seus resultados no fim do mês, conseguir faturar mais é uma das coisas mais importantes a se fazer, mas sabemos que não é algo tão simples assim. Por isso, e para que você consiga aumentar as vendas no seu posto de combustível, selecionamos algumas sugestões que você pode implementar no seu negócio em busca de números mais interessantes.

Tudo bem tranquilo de entender e de acordo com o que é praticado de melhor no mercado.

1. Ofereça combustível de qualidade

O produto que você mais vende para seus clientes são os combustíveis. Na grande maioria dos casos é por causa dele que os consumidores chegam até você. Esse já é um motivo mais do que suficiente para que você se preocupe em oferecer uma boa qualidade.

Além disso, temos que lembrar que existem muitos motoristas que fazem o controle do rendimento do veículo. Estamos falando principalmente daquelas pessoas que acabam rodando mais: motoristas particulares, taxistas, transportadores. Quanto mais uma pessoa dirige, mais acaba prestando atenção no consumo do veículo.

Tirando esses casos, precisamos considerar também que os veículos mais novos já vêm de fábrica com computadores de bordo que mostram o rendimento tanto instantâneo como a média. Sendo assim, as pessoas vão percebendo como a sua maneira de dirigir e também o combustível utilizado afetam o consumo.

Tenha o cuidado de oferecer combustíveis de qualidade, porque se um posto fica com o nome queimado no mercado é bem mais difícil trazer os clientes de volta.

2. Cuide da sua comunicação visual

O seu nome precisa significar alguma coisa para os clientes. É necessário que a sua marca seja percebida no mercado para que o seu negócio apenas mais uma opção no meio do caminho.

Ter uma estrutura sinalizada e com um visual bem cuidado ajuda muito para o cliente se sentir melhor atendido e valorizado. Ele começa a perceber se o estabelecimento é sério ou não antes mesmo de usar os serviços, só de olhar para o seu visual.

Lembre-se de que não basta só ter o nome do posto em um letreiro. Você precisa ter uma marca bem feita e que esteja aplicada em vários lugares. Atenção: mas com equilíbrio, sem poluir visualmente todos os espaços e superfícies que você tiver. De maneira adequada, confira se a sua comunicação está bem feita. Ela precisa passar profissionalismo e harmonia, sem desleixos e abusos.

3. Faça promoções

Para atrair novos clientes, é sempre bom ter algum tipo de chamariz. Nessa hora entram em cena as promoções.

Entenda que você pode, de vez em quando, oferecer algum tipo de desconto especial. Isso normalmente já é suficiente para captar quem estiver passando por perto.

Mesmo assim, existem outras formas de fazer promoção, como dar prêmios ou outros tipos de benefícios. Dependendo da sua estrutura, você pode fornecer, de cortesia, uma lavagem do carro a cada um que fizer a troca de óleo.

Pense a respeito do que os seus consumidores gostariam de receber como benefício e se você pode oferecer algo nesse sentido.

É da nossa natureza querer ganhar prêmios, vantagens, participar de sorteios e outras coisas semelhantes. Veja o que está nas suas condições de fazer e faça.

Quanto a esse assunto, só mais uma coisa: lembre-se de programar uma boa divulgação. Não adianta nada você gastar recursos do negócio para poder premiar com algo a mais os clientes e não informá-los dessa vantagem. É preciso divulgar muito bem todas as suas promoções.

Como criar um programa de fidelidade próprio para seu posto.


loja de conveniência

Loja de conveniência faz diferença em um posto?

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, uma loja de conveniência é uma ótima opção para os postos de combustíveis. São muitas as vantagens que essas lojas podem trazer aos donos de postos, e elas vão desde o aumento no número de clientes, até o crescimento da lucratividade do negócio.

Claro que antes de tomar a decisão de abrir uma loja de conveniência, o proprietário do posto deve levar em consideração fatores como a logística, a localização do seu estabelecimento, os clientes em potencial, o investimento necessário, o tempo médio de retorno, entre outros prontos.

É por isso que se torna necessária a realização de um plano de negócios, para saber se essa é a melhor opção para o seu empreendimento no momento. Porém, saber mais sobre esse tipo de estratégia pode te deixar mais interessado.

Então, se você é revendedor de combustíveis, confira neste texto alguns benefícios que as lojas de conveniência podem trazer para o seu negócio.

Mais clientes em seu posto

As pessoas andam cada vez mais apressadas e cheias de compromissos, isso percebemos todos os dias e em todos os lugares. Por esse motivo, elas veem as lojas de conveniência como opções muito mais práticas e rápidas quando precisam comprar algo para comer ou beber, por exemplo.

Agora coloque-se no lugar do cliente. Ele precisa abastecer o seu veículo e comprar algo rápido para comer. Se as duas situações podem ser resolvidas no mesmo lugar, as chances de ele escolher o seu estabelecimento são bem maiores, não é mesmo?

Além disso, uma coisa sempre leva a outra. Caso o cliente tenha parado apenas para comprar algo na loja de conveniência, pode aproveitar que já está lá e abastecer o carro no posto, por exemplo.

As lojas de conveniência também costumam ser adotadas pelos clientes como pontos de encontro, um lugar para passar o tempo antes de um compromisso ou um local para lanchar de madrugada, pois grande parte delas funciona 24 horas. Sendo assim, as chances de atrair mais clientes para o seu posto de são ainda maiores.

Clientes fidelizados

Todos nós sabemos que um bom atendimento faz muita diferença na hora de fidelizar um cliente. Com uma loja de conveniência em seu posto de combustíveis, você e sua equipe têm ainda mais chances de fazer um bom trabalho e garantir que o cliente volte sempre.

Oferecer produtos diversificados, boas marcas, estar atento às demandas e ao que as pessoas mais buscam nesse tipo de estabelecimento também é uma ótima forma de se tornar a primeira opção dos seus clientes.

Tudo isso aliado a um bom atendimento, com respeito e cordialidade, fazem com que o consumidor se sinta à vontade e associe tudo isso ao seu posto de combustíveis também. A equipe deve estar sempre bem treinada e alinhada para superar as expectativas do seu público e proporcionar uma ótima experiência.

Fazendo um bom trabalho, você terá clientes fiéis em ambos os negócios.

Tabela de calibragem: ajude seus clientes!

Oportunidade de diferenciação

As lojas de conveniência são estabelecimentos que conquistam públicos bem diversificados. Podem ser jovens que usam o local como ponto de encontro antes de ir a uma festa, pessoas que vão à loja após o trabalho para tomar um café ou comprar algo rapidamente antes de ir para casa, quem foi abastecer o carro e lembrou que precisava de algum item que pode encontrar na loja, etc.

Identificar qual é o público principal da sua loja de conveniência, baseado principalmente na localização, vai ser muito importante na hora de desenvolver uma estratégia para o estabelecimento.

É nesse momento que a sua loja de conveniência pode se diferenciar das concorrentes, pois, sabendo qual é o seu público principal, você pode criar um ambiente convidativo e personalizado a eles.

Mudanças no mobiliário, na decoração, nos produtos oferecidos e até promoções podem fazer a diferença e atrair o seu público. A ideia é deixar o lugar bem confortável, para que eles passem mais tempo e, consequentemente, consumam mais.

Mas tudo isso deve ser feito sem deixar de atender as expectativas e vontades dos outros públicos e das pessoas que frequentam a loja ocasionalmente enquanto abastecem seus veículos ou encontram a loja pelo caminho.

Como mexer nos valores dos combustíveis não é uma tarefa fácil, já que envolve bandeiras e parcerias, o revendedor pode avaliar a possibilidade de diferenciar o seu negócio também por meio dos preços e produtos da loja de conveniência.

Maior lucratividade

Pesquisas realizadas no setor mostram que muitos dos frequentadores das lojas de conveniência passam a utilizar serviços do posto de combustíveis também, afinal, é o que fica mais cômodo para eles.

Entre os serviços que podem ser procurados por quem antes estava só indo à loja de conveniência, estão a lavagem do carro e a troca de lubrificantes, por exemplo.

Ou seja, além de aumentar a lucratividade dos seus negócios com a renda obtida na própria loja de conveniência, os produtos e serviços do posto de combustíveis também passam a ter mais procura, resultando em um lucro maior ao dono do posto.

Menor dependência do faturamento do posto

Sabemos que em tempos de crise o consumo tende a cair, e depender da receita de apenas um mercado pode ser bem prejudicial para as finanças do empreendedor.

Muitas pessoas ao passarem por uma crise financeira optam por deixar o veículo em casa ou até vendê-lo, o que afeta indiretamente o faturamento dos postos de combustíveis. Nesses momentos, usar a criatividade para incrementar os seus negócios é essencial.

Apesar de a loja de conveniência em um posto de combustíveis ser de certa maneira ligada ao posto, os produtos oferecidos são bastante diversificados, o que ajuda a garantir o faturamento quando o posto não estiver indo muito bem.

Gostou das nossas dicas sobre loja de conveniência e como ela pode agregar valor ao seu posto de combustíveis? Então é o momento de buscar o maior número de informações e começar o planejamento da sua mais nova iniciativa. Siga a nossa página no Facebook e leia mais conteúdos como este!

Conheça também uma ferramenta que auxilia no gerenciamento em tempo real dos seus frentistas.


propostas do CADE

Conheça 3 tendências incríveis para postos de combustíveis

Se estiver procurando novas ideias para dar uma levantada no seu marketing e também na sua administração, mas anda sem muita inspiração, temos uma boa notícia para você: separamos as tendências mais atuais para o mercado de postos de combustíveis e que você deve considerar aplicar no seu estabelecimento.

Veja cada uma com cuidado, analisando os benefícios que podem ser gerados e pense em como fazer para incluí-las em seu negócio.

1. Treinamento de pessoal e valorização da sua equipe

Alguns donos de postos de combustíveis podem achar que isso é conversa de gente querendo vender curso ou consultoria na área de pessoal, mas é fato: cada vez mais é preciso se preocupar com a sua equipe.

Como o combustível que o seu cliente procura é igual em todos os postos e os preços não conseguem variar muito, ter um atendimento de qualidade é uma boa forma de manter seu público cativo e um relacionamento duradouro.

Muita gente acha que a empresa é composta por equipamentos, máquinas, instalações e o dinheiro que tem no caixa. Na verdade, tudo isso não é tão importante quanto as pessoas que estão dentro dela e o nome que tem no mercado. Ter uma equipe mal treinada pode ser um perigo.

É o seu funcionário que vai dar bom dia para os clientes, é ele quem vai conferir se o nível do óleo está baixo, quem vai perguntar se o consumidor está precisando de mais alguma coisa e tratá-lo com educação e simpatia.

Da mesma forma, se seus funcionários não souberem operar o seu sistema, podem acabar fazendo alguma coisa errada na hora de fechar o seu caixa. Por essas e outras você precisa mantê-los bem treinados.

Lembre-se também de dar o devido valor a cada um deles com um bom tratamento. Faça isso da mesma forma como você quer que eles tratem seu cliente. Quanto mais satisfeitos eles estiverem, melhor os seus consumidores serão tratados.

Outra coisa importante quanto à valorização dos seus empregados é que, tendo o cuidado de tratá-los bem, você vai conseguir evitar maior rotatividade (que implica gastos com contratações e demissões), além de poder manter um ambiente mais agradável para todos trabalharem, inclusive você.

2. Programas de fidelidade automatizados

Todo cliente precisa de um bom motivo para voltar a comprar no mesmo lugar. Se o seu posto de combustíveis tiver uma boa estrutura e um atendimento de primeira, como acabamos de falar, fica mais fácil ter um público que sempre volta.

Se ainda assim você quiser chances maiores de fazer a sua clientela ficar fiel ao seu estabelecimento, existe uma ótima opção: os programas de fidelidade.

Podendo ser criados tanto para atrair clientes particulares como também os de pessoa jurídica, como cooperativas de táxi, transportadoras e similares, essa opção é sempre bem-vinda.

Os programas de fidelidade não são necessariamente uma coisa nova. Aquele restaurante que você conhece que oferece uma refeição grátis depois de você ter almoçado lá umas 10 vezes antes, já sabe como é boa essa estratégia faz tempo.

O problema é que tem muita gente passando pelo seu posto a cada dia e fica meio difícil conseguir organizar um programa desses de maneira manual.

O que você precisa é de um bom sistema de gestão de benefícios. É ele que vai conseguir organizar tudo e te manter atualizado de como andam as coisas.

Imagine se você estiver usando um modelo todo manual e decidir mudar alguma regra do seu programa de fidelidade no meio do caminho, já com vários clientes utilizando as suas promoções. Fica muito mais difícil conseguir fazer isso.

Se, por outro lado, estiver trabalhando em um programa totalmente automático, a coisa fica bem mais tranquila. Além disso, conseguindo monitorar tudo 24 horas por dia, você tem muito mais chances de acertar nas suas decisões e nas ofertas de vantagens.

Pense um pouco a respeito e tente listar que tipo de resultados poderia conseguir com essa solução. Se por acaso achar que o preço é muito alto, é melhor conferir direito, pois não é bem assim.

3. Postos de combustíveis com espaços multifuncionais

Todo mundo que tem um veículo precisa parar para abastecer. Não tem jeito. Agora, imagine se nessa parada você também aproveita para resolver outras coisas que precisa fazer, mas está com pouco tempo.

Essa é a ideia dos postos com áreas multifuncionais. Essa moda que veio de fora é chamada pelos gringos de “one stop shopping”. Com isso, eles querem dizer que você faz as suas compras em uma só parada.

O grande objetivo é poupar tempo. Em vez de ter que procurar vaga, manobrar e estacionar para comprar uma revista, depois a mesma coisa para comer algo pelo caminho e depois outra vez para abastecer, o melhor é fazer tudo no mesmo local.

Por isso, os investimentos em pequenos comércios dentro do próprio posto de combustíveis estão sendo feitos. É como se estivéssemos vendo as lojas de conveniência sendo ampliadas com outros tipos de negócios que podem ser de qualquer coisa: restaurantes, farmácias e até lavanderias.

Esta prática é bem conhecida pelo pessoal que fica muito na estrada e acaba usando aquelas famosas paradas que, às vezes, até oferecem um quarto para passar a noite.

Agora, com menos tempo e na correria do dia a dia das cidades, a tendência chegou aos grandes centros. Com algumas adaptações quanto ao que é oferecido, cada vez mais os postos de combustíveis conseguem facilitar a vida dos clientes.

Se você tem uma área a ser explorada em seu posto, veja que tipo de negócio faz sentido ter também debaixo do seu teto. Você pode tanto montar um pequeno comércio quanto alugar para alguém que queira explorar o seu ponto.

Faça isso para trazer mais clientes e conseguir aumentar o seu faturamento no fim do mês.

Se você gostou dessas dicas, se tem dúvidas ou conhece mais algumas tendências para postos de combustíveis, deixe o seu comentário! Queremos saber o que você pensa sobre o assunto e se sabe mais formas de potencializar os negócios.

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem


cadastro de clientes

Cadastro de clientes: essa prática ainda vale a pena?

Frente a uma rotina de gestão cada vez mais detalhada, complexa e frenética, muitos empreendimentos vêm buscando formas de deixar os seus processos administrativos da forma mais enxuta possível. Em alguns casos, entretanto, tarefas relevantes para o negócio acabam sendo negligenciadas, entre elas, uma função bastante importante que costuma ser deixada de lado é o cadastro de clientes.

Por ser um negócio bastante tradicional, postos de combustíveis acabam subestimando a importância de manter um cadastro completo de seus clientes, com dados pessoais, histórico de compras, pagamentos e preferências.

Essa, no entanto, não é uma prática recomendada, afinal, não possuir essas informações acaba nublando a visão de como está o seu negócio e dificulta a eficiência das suas ações estratégicas.

Confira no nosso artigo por que manter um cadastro atualizado de clientes, bem como um histórico completo com dados de cada operação, é tão importante para o negócio.

Quais são os benefícios de controlar o cadastro de clientes?

Destinar a devida atenção a essa importante prática de administração pode trazer inúmeros benefícios para os negócios do seu posto  — sendo, inclusive, um processo estratégico primordial para direcionar as suas ações de vendas e marketing, bem como para entender o perfil de seu público e ser mais eficaz nas suas iniciativas.

Confira alguns dos grandes benefícios que o cadastro de clientes pode trazer:

Centralização de informações

Tentar controlar os dados cadastrais e de vendas somente por meio de cupons fiscais ou de qualquer outro modo semelhante só vai dificultar a realização do processo e fazê-lo perder tempo e oportunidades.

A complexidade e o nível de informações só tendem a aumentar com o passar do tempo, então, nada de papel, caneta ou prancheta. Quanto mais enxutos e precisos forem os seus processos — como o de armazenar dados relevantes — menos dores de cabeça você vai passar para controlar o seu negócio.

Visão panorâmica do negócio

Como administrador de um posto de combustível, você sabe que são geradas muitas operações por dia, sejam relacionadas ao abastecimento ou a serviços diversos, como troca de óleo, lavagens automotivas, vendas de conveniência, entre outras.

Pode parecer que a única parte importante desse processo é contabilizar o valor total do negócio gerado e receber o pagamento por parte do cliente — “pronto, produto vendido e valor em caixa!”. Mas, pensando mais a fundo, o que os dados das vendas podem lhe dizer sobre o seu cliente? A resposta é: muita coisa!

Por meio dessas informações, você pode entender o perfil de cada um de seus clientes: em que horário, em quais dias e com que frequência costumam adquirir os seus produtos e serviços. E ainda o quanto eles gastam em cada vez, qual o método de pagamento, que categoria de produtos eles mais compram etc.

Com isso, você pode desenvolver soluções personalizadas e ações de marketing mais eficientes para cada público que você atende, gerando mais negócios e demonstrando interesse nas necessidades deles frente a um mercado tão tradicional e que não costuma atentar tanto a isso, o que diferenciará você mais ainda.

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem

Menos falhas e contabilidade facilitada

Todos nós sabemos que a informatização e automatização de processos já se tornou uma realidade no mundo todo. Os sistemas, além de fornecerem interfaces simples e precisas para registrar e visualizar informações, são pré-programados de forma correta, se tornam praticamente imunes a falhas em determinados processos que, se executados por pessoas, se tornam mais suscetíveis a apresentarem erros no registro de informações.

Além disso, se os dados cadastrais e de vendas estão dispostos de forma centralizada e digital, fica muito mais fácil fechar as contas no fim do mês, pois não é necessário coletá-los em fontes diversas — como relatórios físicos, pranchetas e outros, bastando somente consultar o sistema e gerar os números.

Economia de tempo com automatização

Um processo ineficiente de registro e consulta de informações pode trazer diversos problemas para a administração do negócio e, entre os que já vimos ao longo dos tópicos, enfatizamos agora a questão do tempo. Se você tem um sistema de cadastro totalmente manual, o processo de torna engessado.

Dessa forma, por depender integralmente de pessoas para realizarem o cadastro, ocorre um grande desperdício de tempo, que poderia ser usado para outras atividades mais estratégicas, além, claro, da necessidade de aportar financeiramente essas pessoas para executarem essa tarefa que poderia ser automatizada.

Mercado tradicional demais para guardar dados?

Bom, sabemos que o mercado dos postos de combustíveis existe há tempos e é bastante tradicional. O cenário de praxe é aquele em que o cliente chega, abastece e vai embora. Entretanto, muitas vezes, consome outros tipos de serviço: troca o óleo, solicita uma limpeza veicular e compra algo na conveniência.

Embora pareça algo simples, estamos falando de um negócio global, altamente necessário e do qual o mundo depende. Por que a preocupação com as informações de negócio deveria ser menor? Como seria possível investir em ações de vendas, novos produtos ou serviços se você não sabe qual é o perfil do seu cliente?

Uma grande tendência no ramo dos postos de combustíveis são os programas de fidelidade. Eles vêm se tornando uma ótima forma de desenvolver um relacionamento duradouro e fiel com os clientes, pois ao mesmo tempo que estimulam a recorrência de compra e aumentam a rentabilidade do posto, também tornam a vida do cliente mais prática e econômica.

Para desenvolver um programa efetivo — bem como tocar o negócio de forma eficiente — as informações dos clientes e dos negócios são altamente necessárias, por isso, o mercado de postos de combustível não é tradicional demais para a era dos dados.

Você ainda tem alguma dúvida sobre a importância do cadastro de clientes para o seu posto de combustível? Para saber muito mais, curta nossa página no Facebook, confira os artigos e fique por dentro do nosso conteúdo!

Ou então agende com um especialista ClubPetro e tenha mais informações.


Por que investir em programas de fidelidade em postos de combustíveis?

O nível de competitividade apresentado pelo atual cenário econômico tem sido um grande desafio para as empresas no que diz respeito à retenção de clientes. Frente a um mercado cheio de oportunidades de negócios, bem como produtos e serviços sendo oferecidos de forma bastante escalar, se diferenciar e fidelizar um cliente se tornou uma tarefa complexa.

A geração de novos negócios e a criação de oportunidades de contato com o cliente são passos para fidelizá-lo, e utilizar os programas de fidelidade pode ser uma ótima forma de viabilizar isso. Por esse método, você traz diversos benefícios à empresa ao mesmo tempo que oferece praticidade, facilidades e premiações aos clientes.

Confira, neste artigo, o que são programas de fidelidade e quais benefícios eles podem trazer para a sua empresa se bem desenvolvidos e aliados à estratégia.

O que são e como funcionam os programas de fidelidade?

O programa de fidelidade trata-se de uma excelente estratégia quando a questão é potencializar o relacionamento entre a empresa e o cliente, de forma a retê-lo e gerar negócios de forma contínua com ele. Em termos diretos, é um programa oferecido pela empresa que visa encorajar o cliente a efetivar um determinado negócio de forma recorrente, premiando-o por isso.

Ele funciona basicamente da seguinte forma: você desenvolve um sistema de premiação de modo a conceder pontos de acordo com cada serviço que o seu cliente utilizar, bem como a quantidade utilizada, seja um abastecimento, uma troca de óleo ou qualquer outro serviço que o seu posto de combustíveis oferece.

Por meio do programa, o seu cliente vai acumulando pontos — que podem ou não ter validade. Por fim, ele pode “resgatar” esses pontos e utilizá-los para usufruir dos serviços do seu posto ou por outros benefícios por meio de alguma parceria, por exemplo, venha a oferecer, ingressos de cinema, salão de beleza, playgrounds, jantares em restaurantes, entre outros.

Por que um programa de fidelidade deve ser estratégico?

Muitas vezes, um programa de fidelidade é tido como uma iniciativa aleatória unicamente com o intuito de vender mais e acaba não sendo aliado ao sistema de criação de valor da empresa, ou seja, não é desenvolvido em sinergia com as ações estratégicas.

Por mais que a ideia central dos programas de fidelidade seja a geração de mais negócios e vendas, eles devem ser combinados com outros fatores relativos à estratégia da empresa, como qual público específico atingir, como atingi-lo e como usar o programa para impulsionar as vendas de um produto e, ao mesmo tempo, dar de premiação outra mercadoria que você queira apresentar ou dar visibilidade.

Os programas de fidelidade devem ser vistos como algo maior do que simplesmente uma forma de fazer um produto sair mais. Eles são ferramentas estratégicas muito importantes e, se bem elaborados, serão capazes de potencializar diversos negócios e atingir mais de um objetivo simultaneamente.

Como eles podem potencializar o meu negócio?

Os programas de fidelidade trazem diversas vantagens, agradam aos clientes e, inclusive, ao seu bolso. Alguns dos principais motivos para aderir a eles são:

Ebook Gratuito: Conheça as Ferramentas do ClubPetro e quais problemas elas resolvem

Aumento do ticket médio

Os programas de fidelidade, além de outros incentivos, contam com diversos tipos de premiação, cada qual necessitando de uma determinada quantidade de pontos. Para adquirir os pontos, resgatar e trocá-los por prêmios, os clientes passam a adquirir produtos e abastecer mais em seu posto, o que aumentará o valor médio das suas vendas.

Maior possibilidade de fidelização 

Além de maximizar as suas vendas, o programa de fidelidade lhe concede outro grande benefício: mais experiências com o seu cliente. Se ele já compra de você com certa frequência, mas ainda não é fiel, a busca pelos pontos fará ele comprar mais com você, e é durante esses momentos que você tem mais chances de fornecer boas experiências e fidelizar o cliente.

Redução de custos com publicidade 

Desenvolver uma estratégia publicitária e engatilhá-la na mídia é um processo que costuma ser bastante caro. Em contrapartida, os custos com a manutenção de um relacionamento para fidelizar um cliente podem ser até sete vezes menores do que o gasto para adquirir um cliente novo, pois, dessa forma, você está transformando algo pouco recorrente em uma relação fiel a longo prazo.

Ganho de marketing buzz 

Os programas de fidelidade lhe dão muitas oportunidades de manter o seu cliente e, se você aproveitá-las bem, você ganhará um marketing buzz — o famoso “boca a boca”. Quando um cliente é fiel, ele se torna um divulgador e defensor da sua marca, fazendo propaganda dela e de seus produtos para outras pessoas.

Ao que devo me atentar antes de criar um programa de fidelidade?

Os programas de fidelidade não são incomuns, já datando de vários anos e sendo usados por milhares de empresas no mundo todo. Em relação a isso, muitas acabam desenvolvendo programas de fidelidade somente porque o concorrente já tem um.

Entender um programa de fidelidade por essa perspectiva é um grande erro, pois, como já comentamos, ele é estratégico e pode ser muito eficiente se bem desenvolvido e aliado às ações estratégicas e aos objetivos da empresa. Somente dessa forma você vai conseguir desfrutar dos diversos benefícios que já citamos ao longo do artigo, que vão além do “vender mais”.

Outra abordagem errônea bastante comum é criar um programa de fidelidade somente com o intuito de dar descontos. Embora esse seja, de fato, um fator que costuma atrair bastante o cliente, ele não será suficiente para fidelizá-lo, pois ele estaria interessado somente em pagar menos.

Oferecer descontos ou simplesmente “ter porque o concorrente tem” não são os objetivos. O propósito é que as ações te levem a grandes chances de fidelização, ou seja, firmar negócios duradouros. Se essa interação com o cliente for bem explorada, você obterá o real objetivo de um programa de fidelidade: clientes fiéis e relacionamentos a longo prazo.

Quer entender mais sobre os benefícios dos programas de fidelidade e saber como desenvolver e gerenciar um? Entre em contato com a gente e tire todas as suas dúvidas ou agende com um especialista ClubPetro.


Conheça boas práticas para manter bom relacionamento com fornecedores

Saber como conservar um bom relacionamento com fornecedores é fundamental para o sucesso de um empreendimento. São eles que te entregam o produto no prazo, na quantidade e na qualidade solicitados por você. Esse processo saindo como o planejado, os negócios ficam mais fluidos e seletivos, evitando conflitos e desgastes durante as negociações.

A relevância desse grupo é enorme, pois é por meio do fornecimento de seus produtos e serviços que um estabelecimento prospera, comercializando para o cliente final tudo o que ele deseja. Isso se chama cadeia de suprimentos, que, inclusive, é uma das técnicas mais utilizadas.

Para te ajudar, veja algumas técnicas de relacionamento com fornecedores para sua rede de postos de combustíveis. Acompanhe!

Crie seu mix de fornecedores para produtos e serviços

Um cenário bastante comum entre os estabelecimentos é deparar com proprietários negociando com muitos fornecedores diferentes. Quando tratamos de postos de combustíveis, após um revendedor firmar contrato com alguma bandeira distribuidora, essa situação vai ocorrer principalmente quando possuem lojas de conveniência e oferecem serviços básicos, como trocas de óleo e filtros.

Esse modo de agir — negociar com vários fornecedores — possui vantagens e desvantagens. Por um lado, pode ser que comprometa o controle das despesas (quanto maior o número de fornecedores, mais dívidas distintas são geradas). Há, por outro, mais possibilidade de negociações, sem contar o fato de que é possível trocar de fornecedor, caso algo não vá indo bem, sem prejuízos logísticos.

Mesmo que postos de combustíveis não lidem com tantos fornecedores, o recomendado é fazer um mix entre os dois parâmetros. Não somente um, mas também não uma centena. Como? Diminuindo os parceiros em excesso e focando em atitudes de relacionamento voltadas exclusivamente a seus fornecedores principais. Poucos e bons são melhores que muitos razoáveis.

Tenha os processos da empresa alinhados

Já mencionamos, no início deste artigo, que a cadeia de suprimentos é o método que vem sendo mais utilizado dentro das empresas, correto? Embora geralmente consideremos uma rede relacionada de grandes corporações, a ideia pode ser perfeitamente aplicável aos pequenos e médios negócios.

O fundamental é o foco que precisa ser dado tanto internamente, por meio da projeção das demandas e a previsão de estoques, quanto externamente, realizando solicitações antecipadas conforme o seu planejamento externo.

É melhor que um relacionamento sólido seja firmado. Dessa maneira, o fornecedor pode prever suas demandas, evitando a falta de produtos na loja de conveniência, por exemplo.

Estabeleça parcerias

Ao criar parcerias, o seu sucesso vai afetar diretamente no êxito dos negócios deles. Porém, é preciso zelar pela confiança, pois se essa linha for rompida, fica difícil de reatá-la. Uma empresa que perde confiabilidade no mercado pode ter dificuldades em encontrar bons fornecedores novamente.

Procure sempre causar uma boa primeira impressão para facilitar as negociações, assim, os próximos acordos ficarão mais simples e objetivos. Afinal, todos querem ir direto ao ponto.

Zele pela sua reputação

Quando uma marca consegue manter um bom convívio com os fornecedores, ela conquista uma boa reputação no mercado. Ela passa a ser conhecida como uma empresa que é boa de negociar, afetando positivamente tanto os fornecedores quanto os seus próprios clientes.

Porém, o inverso também ocorre: se o seu comércio passa habitualmente por problemas e desavenças com os fornecedores, você pode ganhar uma má fama e perder grandes oportunidades por causa da desconfiança do mercado.

Além disso, é necessário usar o bom senso em pequenas ações de rotina, como:

  • ser pontual no cumprimento de suas obrigações;
  • evitar fazer pedidos urgentes;
  • sempre confirmar as mercadorias recebidas e solicitadas;
  • tratar seus contatos com educação e respeito.

Um único passo para aumentar as vendas do seu posto!

Não caia na armadilha dos preços baixos

O ideal é mesmo encontrar aquele perfil de fornecedor que oferte as melhores condições. Contudo, quando nos referimos ao estoque, não se pode tomar como critério de escolha somente o valor dos insumos e dos serviços oferecidos. O padrão deve abranger até as condições de entrega.

Na seleção de fornecedores, elabore uma lista de condições a serem cumpridas a fim de que, dessa forma, a decisão possa ser tomada considerando, somente, as marcas que sigam os requisitos mínimos, para evitar fechar negócio com empresas de má qualidade.

Vale ressaltar que, para o consumidor final, a comercialização de um produto estragado ou adulterado, mesmo que o dano tenha ocorrido por descuido do fornecedor, será de inteira responsabilidade do estabelecimento.

Avalie seus fornecedores

Existem diversas maneiras de avaliar os fornecedores antes de decidir qual é o melhor. O uso de um questionário é uma das ações mais comuns. Ele deve ser preenchido conforme os parâmetros considerados mais relevantes pela sua empresa. Listamos, abaixo, os mais comuns.

Critérios gerais:

  • qualidade na prestação do serviço;
  • disponibilidade de produto;
  • preço justo e compatível com o mercado;
  • agilidade de entrega;
  • flexibilidade para mudanças em pedidos em termos de especificação, quantidade e prazo de entrega.

Critérios específicos:

  • certificações (ISO, entre outras) da marca fornecedora;
  • experiência do fornecedor em sua área de atuação;
  • respeito por normas de segurança, saúde e meio ambiente;
  • tecnologias adequadas;
  • sigilo de informações;
  • localização do fornecedor.

Com base nas referências citadas acima, compete a cada empresa avaliar o grau de importância dos critérios. Após esse procedimento, é possível criar um formulário adequado para avaliar as condições de cada um e, assim, descobrir quais são mais compatíveis com as normas de conduta do seu estabelecimento.

Depois de um tempo, deve ser feita uma reavaliação do fornecedor a fim de averiguar se ele ainda encontra-se hábil para continuar provendo as mercadorias para seus postos de combustíveis.

Para esse processo, é adequado verificar a conformidade dos itens entregues, as facilidades para efetuar a troca de produtos em garantia e os prazos. Os que costumam negligenciar acordos, passam a perder pontos e podem ser excluídos de sua tabela de cadastros.

Possuir uma gestão de relacionamento com fornecedores eficiente contribui para o sucesso de um negócio, já que ela reflete diretamente na satisfação do cliente final. Portanto, não perca tempo e adote já em seu negócio as medidas explicadas neste artigo!

O que achou do post? Siga nossa página no Facebook para receber mais conteúdos interessantes como este!