O brasileiro tem no carro muito mais do que um bem: trata-se de um símbolo de ascensão social, de sucesso profissional e financeiro que explica o porquê de tanto carinho pelo amigo de 4 rodas no país. O mercado de lava-jato no Brasil é muito tímido se compararmos com outros países, principalmente em relação aos Estados Unidos.

O grande problema é que muitos revendedores de combustível estão retirando os lava- jatos dos postos. Muitos colocam a culpa na questão ambiental ja que é necessário adaptar a estrutura do lava-jato para ser aprovado na legislação ambiental. Mas a verdade é que muitos revendedores enxergam a ducha como uma despesa, que não tem rentabilidade e a enxergam com uma atividade sem muito controle para fechamento de caixa, onde alguns funcionários aproveitam dessa falta de controle.

No sentido contrário a esse descaso com o lava-jato estão alguns gestores que enxergam uma grande oportunidade , tratam isso como um investimento que tem que apresentar retorno financeiro, investem na estrutura e equipamentos , além de um ambiente aconchegante para o cliente aguardar a lavagem do seu veículo com grande conforto.

Dados do Sebrae mostram que 88% dos brasileiros lavam seus carros, no máximo, a cada 15 dias. Estamos diante de uma excelente oportunidade de atrair mais gente ao seu posto de combustível e, assim, aumentar suas receitas recorrentes.

Que tal montar um lava-jato em seu posto? Hoje, você vai descobrir como fazer! Confira!

1. Plano de ação

Antes de expandir os serviços de seu posto de combustível, você precisa entender qual o perfil do público. Quais serviços oferecer? Irá fazer uma ducha com jato de água ou máquina de rolo? Será anexo ao posto de combustível? Em áreas com população de menor poder aquisitivo, a lavagem simples deve dominar os serviços requisitados.

No entanto, em áreas nobres, serviços mais sofisticados, como lavagem a seco (limpeza ecológica, que usa panos de microfibra, produtos químicos especiais e outros acessórios), enceramento, polimento e cristalização devem fazer parte das comodidades ofertadas.

2. Equipamentos

O investimento em um lava-jato não é baixo, portanto é importante identificar após o Plano de Ação quais os equipamentos serão necessários para fazer tal investimento. Normalmente os equipamentos padrão de lava-jato são:

  • compressor de ar;
  • máquina para shampoo espuma;
  • bomba d´água de alta pressão;
  • aspirador de pó industrial;

3. Estrutura

O empreendedor desse ramo deverá, primeiramente, reservar uma área mínima de 500 metros para acomodar os veículos, o maquinário e os funcionários. Você pode montar um lava-jato mais simples, que ofereça os serviços básicos de lavagem manual, ou algo mais complexo, com sistema de lavagem em túnel ou rollover.

Na operação de lavagem manual, por exemplo, você precisará organizar um layout que envolva uma área de espera (fila de veículos aguardando a lavagem ou um estacionamento), ao menos 1 box de lavagem, área lateral de limpeza interna e secagem e local de checkout. Se optar por construir um lava-jato com máquina de rolo (rollover), lembre-se de que a entrada e a saída dos carros devem ser feitas por lados diferentes.

4. Comodidade

Não adianta ter mais um lava-jato entre milhares na cidade. Você precisa oferecer algo diferente, como:

  • horários prolongados (geralmente de 8h às 20h);
  • wi-fi gratutito;
  • lanchonete;
  • serviços adicionais (pretinho nos pneus, tampinha para válvula do pneus);
  • espaço kids.

5. Meio ambiente

Hoje em dia, não dá para pensar apenas em geração de renda: pesquisas mostram que 74% dos brasileiros dão preferência a empresas que atuam em modelos sustentáveis, de modo que, se você quer montar um lava-jato moderno e sustentável, utilize água de reúso, se importe com a contaminação do solo e descarte produtos químicos com muito critério.

6. Serviços como benefício

Quem é da área, sabe que fazer promoções agressivas é difícil pelas dificuldades inerentes ao próprio setor de abastecimento. Para piorar, muitos postos concorrem com outros de mesma bandeira, com programas de fidelidade que estimulam a freguesia apenas à distribuidora e não ao posto em si.

Dessa forma, é preciso criar estratégias que, de fato, diferenciem o seu posto da concorrência. A melhor delas é ter um programa de fidelidade que pontue a partir do abastecimento, do consumo na loja de conveniência e, é claro, da lavagem do veículo. A partir de uma determinada pontuação, você pode permitir que seus clientes troquem seus pontos por prêmios, por serviços no próprio posto (como lavagem gratuita) ou pela compra com desconto em comércios parceiros.

Um detalhe importante desses programas é que você pode condicionar a compra de seus clientes de acordo com seu interesse: por exemplo, se você precisa aumentar a venda de gasolina aditivada, pode incentivar a comercialização desse produto por meio de pontuações mais altas.

Para ter sucesso com essa estratégia de retenção, o passo mais relevante é que você tenha um software de gestão de programa de fidelidade com acesso mobile, capaz de fazer o gerenciamento dos pontos acumulados em cada CPF, a comunicação com os clientes (informações sobre pontuações, disparo de propagandas etc.), a análise dos dados de consumo de cada consumidor, entre outras informações essenciais ao negócio.

Ao montar um lava-jato, você não pode se esquecer de que esse serviço deve estar integrado ao programa de fidelidade do posto. Isso porque a existência de serviços de limpeza colabora para a retenção de sua carteira. Se houver recursos disponíveis em caixa e você quiser ser um pouco mais ousado, pode pensar, inclusive, em um serviço ainda raro no Brasil: o concierge virtual, tal como criado pela Volvo em 2016.

Adaptando o modelo da montadora sueca, você pode “brindar” seus clientes mais fiéis com uma lavagem em domicílio, levando um equipamento portátil para realizar o mimo “delivery”. Trata-se, certamente, de uma forma adicional de diferenciar seu posto e fazer algo realmente único no setor.

Todo esse esforço de fidelização não é sem motivos: segundo Philip Kotler, considerado o pai do Marketing, conquistar novos clientes custa de 5 a 7 vezes mais do que manter os já existentes.

Agora que você entendeu como montar um lava-jato, curta nossa página no Facebook e receba links com dicas e conteúdos exclusivos para a área de gestão de postos de combustíveis!

Gostou do Post? Quer receber mais textos como esse?

Assine nosso Blog e receba novos posts diretamente em seu Email.