Com apoio de grade parte da população, a recente greve dos caminhoneiros deflagrou a insatisfação geral com a política de preços de combustíveis no país. Todos sentiram, de alguma maneira os reflexos da paralisação e agora, muitos revendedores precisam recuperar as vendas para manterem o negócio.

Para manter o fluxo de caixa positivo, é fundamental que os postos de combustíveis façam a lição de casa e adotem boas práticas de gestão. Por isso, neste artigo, você irá conhecer algumas dicas de como recuperar as vendas após a greve dos caminhoneiros. Acompanhe a seguir.

A greve dos caminhoneiros

O mês de maio de 2018 foi marcado pela greve dos caminhoneiros. A paralisação nacional, motivada por uma série de exigência dos caminhoneiros, teve como estopim a política de preços da Petrobras, que vinha reajustando diariamente o valor do diesel e de outros combustíveis, de acordo com as variações do mercado internacional.

Diante da lentidão do Governo Federal em avaliar a extensão dos protestos e iniciar as negociações para pôr fim à paralisação, a greve se estendeu por vários dias, causando desabastecimento de gêneros de primeira necessidade como alimentos e, principalmente, combustíveis, levando a população a um estado de quase calamidade pública. Estima-se que a greve dos caminhoneiros tenha custado ao país R$ 15 bilhões, ou 0,2% do PIB (Produto Interno Bruto).

Nos postos de combustíveis, foram vários dias sem produtos nas bombas, com clientes insatisfeitos e enormes filas para abastecer. Com pouca oferta, alguns poucos revendedores, subiram ainda mais os preços. A reposição do estoque só acontecia com escolta policial, mas não era suficiente para suprir a demanda de uma população em pânico pela falta de combustível.

Após acordo entre governo e caminhoneiros, a greve acabou. No entanto, os reflexos negativos das sucessivas altas dos preços dos combustíveis dos últimos meses, bem como os 10 dias de greve dos caminhoneiros, ainda são sentindo nos postos.

Para superar os efeitos da greve dos caminhoneiros, é preciso atenção ao fluxo de caixa

Com os preços altos o consumidor mudando hábitos, adotando meios alternativos de transportes. Além disso, durante a paralisação, foram poucos dias com grande fluxo de vendas e muitos dias com falta de produto.

Uma das lições dessa situação é que os revendedores precisam redobrar os cuidados com o fluxo de caixa. A recuperação do caixa não acontece do dia para a noite, além do tempo da compra e do recebimento dos combustíveis, existe o prazo para recebimento de cartões de crédito e débito, que acabam por prolongar este ciclo.

Dessa forma, é fundamental ter uma boa gestão financeira e um bom planejamento de recuperação do capital na hora de fazer a compra dos produtos, principalmente em momentos de incerteza. A receita pode diminuir em tempos de crise, mas os custos continuam.

Recuperando as vendas dos postos de combustíveis

Com clientes indecisos, procurando por preços mais baixos, o atendimento tem que ser de extrema qualidade.

A boa experiência do cliente deve ser prioridade no mundo atual e conectado. Nesse contexto, aprender as preferências, os desejos e atributos que o consumidor valoriza fará toda a diferença no aumento de receitas. Com isso, sua equipe precisa ser sempre proativa, oferecendo um tratamento personalizado e eficiente, ouvindo e entendendo as demandas e tentando fazer uma boa conexão entre seus produtos e serviços e as necessidades do cliente.

Para garantir e aumentar as vendas, também é importante fazer uma adequada gestão do estoque, evitando que algum dos produtos falte na bomba, o que poderia levar à perda do cliente, que acabaria abastecendo no posto vizinho. É mais barato você manter um cliente do que conquistar um novo. Por isso, trate cada cliente que entra no seu posto como um ativo valioso e um cliente fiel em potencial.

Aposte na fidelização para incrementar seu faturamento

Manter um relacionamento recorrente com o cliente é um fator de suma importância para o sucesso de qualquer negócio. Por isso, quando bem utilizados, os programas de fidelidade próprios são importantes soluções para aumentar as vendas, estimular propaganda boca a boca do seu posto e se diferenciar da concorrência.

Na guerra de preços atual, em vez de dar descontos, adicione valor na sua venda. Permita que o consumidor troque seus abastecimentos por algum prêmio, oferecendo um produto ou serviço para o carro ou para degustação, como um lanche na conveniência. Dessa forma, o preço não será o principal fator para ele frequentar o seu posto.

Muito além do preço e da qualidade do produto, o consumidor moderno quer se sentir importante e especial. Com um programa de fidelidade, você terá todos os dados disponíveis para conhecer profundamente o consumidor e dar a ele o tratamento que merece. Com isso, um programa de fidelidade custa muito pouco, mas pode trazer um retorno enorme para o seu posto de combustível.

E você, já conhece o ClubPetro? Ele é um software de fidelidade exclusivo para postos de combustíveis, que tem por objetivo o aumento das vendas e da rentabilidade do revendedor. Ficou interessado? Deixe seu contato que ligaremos para você!

Gostou do Post? Quer receber mais textos como esse?

Assine nosso Blog e receba novos posts diretamente em seu Email.