O jornal Valor Econômico veiculou nessa quinta, 3 de agosto, matéria sobre os novos planos de crescimento propostos pela Ale, após a rejeição por unanimidade dos Conselheiros do Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica – da compra da empresa pela distribuidora Ipiranga.

Ao jornal, o presidente da Ale, Marcelo Alecrim afirma que não cabe recurso quanto a decisão do Cade e que o plano a partir de agora, é “andar pelas próprias pernas, ampliar número de postos e no futuro talvez abrir o capital”. A rede possui 2036 postos em todo o país.

Para a agência Reuters, Alecrim se diz surpreso com a decisão do Cade, mas a partir de agora “a palavra vender está proibida na empresa. A abordagem da Ipiranga era muito boa para ambas as partes…Temos vários alvos pela frente. Com juros baixando, linhas de crédito melhorando no país e a gente em condições financeiras boas, vamos para a frente.”

Fonte: Jornal Valor Econômico

Para mais informações, clique aqui.

Como criar o programa de fidelidade próprio e exclusivo para o seu posto!