O assunto de hoje é voltado para a discussão de análises de riscos e novidades na plataforma do e-Social. Uma das áreas que mais gera multa na plataforma, é a de fatores de riscos.

Possivelmente, dos postos dos mais simples aos maiores já têm alguns documentos exigidos pela lei na área de saúde e segurança do trabalho, mais especificamente dos fatores de riscos representados pelas informações coletadas em análises sobre riscos físicos, químicos, biológicos, mecânicos/acidentes – estes até então existentes na sua documentação do PPRA (Programa de Prevenção de Riscos).

Agora, dentro das exigências do sistema, a análise de riscos ergonômicos e psicossociais também entrarão na jogada. E isso está causando muitas dúvidas e polêmicas entre os gestores e profissionais da área, por se tratar de temas complexos e de cunho de análises mais profundas.

Gostaria de chamar atenção aos revendedores, que, primeiramente, o foco de pesquisa deverá começar nas análises já existentes, principalmente na análise de riscos químicos. Profissionais de postos de combustíveis estão sujeitos à alguns reagentes químicos, como o benzeno, e tudo isso precisa estar muito bem detalhado nos documentos e passagens de informações para o novo sistema, evitando assim futuras dores de cabeça.

Em breve trarei um especialista em química aplicada neste tipo de estudo de risco, para que possamos entender mais como podemos ordenar nossas informações da maneira mais correta e segura. Chamo atenção também para as análises ergonômicas, que deverão agora estar mais vividas em nosso dia a dia empresarial.

Para que esta área seja realmente alinhada com as demais, e para que atenda às demandas governamentais de conformidades, devemos apostar em profissionais capazes de analisar seu sistema com clareza e profissionalismo especializado, para também evitarmos problemas, que serão bem subjetivos, principalmente por sua ligação direta com os aspectos psicossociais individuais.

A área demanda estudos mais profundos, como eu disse, partindo de um ergonomista mais especializado. Aos interessados em aprofundar o tema, nós aqui na UNIFEI (Universidade Federal de Itajubá-Campus Itabira), estamos desenvolvendo dentro das nossas especialidades, várias ações em empresas nas disciplinas de ergonomia.

Deixo uma dica : o site oficial do e-social, disponibilizou um material online de orientações e capacitações, que pode tirar muitas de nossas dúvidas, e auxiliar bem neste começo.