Uma boa gestão é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Tão importante quanto estabelecer metas é a adesão de toda equipe, já que será ela quem estará na linha de frente das operações realizando as abordagens e procedimentos que contribuirão para o alcance do resultado pretendido, sendo assim, o seu modelo de liderança está diretamente relacionado ao desempenho do seu time.

Nesse contexto, é obrigatório para o êxito de qualquer planejamento que todo o grupo se comporte conforme as diretrizes passadas pelos gestores, e isso nem sempre é fácil, mesmo estando o administrador investido de toda autoridade que a função lhe compete. Então, percebe-se que a forma mais eficiente de conseguir isso, com certeza, é através o papel de líder.

Liderança e autoridade formal são coisas diferentes, já que a primeira nem sempre depende da autoridade institucionalizada, e sim da influência que alguém exerce em um grupo.

Continue conosco e saiba como melhorar a sua liderança e dê um “up” na performance do seu time.

1 – Conheça suas rotinas na prática

Nada melhor do que conhecer o funcionamento de processos antes de realizar mudanças ou opinar sobre elas e para que isso aconteça muitas vezes é crucial ir para onde tudo acontece: pista, escritório ou loja de conveniências.

Não adianta apenas estabelecer metas e mudanças, é fundamental saber se elas realmente irão contribuir para melhores resultados. Envolver-se atividades ajudará você a ter uma ideia mais ampla das dificuldades os trabalhadores enfrentam.

Um questionamento que muitos trabalhadores têm é se quem ordena se comportaria de acordo com as instruções passadas. Separar momentos para se envolver em outras rotinas da empresa que não a sua, além de ajudar a responder essa questão na prática, lhe dará uma noção mais ampla do funcionamento do negócio.

2 – Dê voz à sua equipe

Ninguém é melhor para opinar sobre questões relacionadas às práticas operacionais cotidianas do que seus funcionários.

Perceba que, caso siga o passo anterior, mesmo que ele possibilite uma melhor gestão através da ampliação dos seus horizontes, sua experiência será tida baseando-se nas suas experiências de gestor, e pode ser muito diferente da visão de lida com a atividade no dia a dia dos seus funcionários.

Exemplo disso ocorre quando você acredita ser necessário contratar mais pessoas para agilizar o atendimento aos clientes que chegam para abastecer e ao conversar com o seu chefe de pista percebe que apenas remanejar a escala de trabalho pode resolver o problema.

Além disso, ouvir seu grupo proporciona maior engajamento e senso de participação, o que contribui para uma maior identificação, senso de participação e felicidade, ao perceberem que também são sujeitos ativos para a implementação de melhorias nos processos da empresa onde trabalham.

3 – Liderança como exemplo: saiba que antes de fazer, é indispensável saber o que fazer

Saber como desempenhar suas atividades é essencial em qualquer profissão, tratando-se de postos de combustíveis esse aspecto torna-se ainda mais relevantes, devido à necessidade de contato frequente com substâncias que representam riscos a todos que trafegam no ambiente.

Pessoas bem treinadas adotam comportamentos seguros, evitam situações de risco, e, caso ocorram, estarão preparadas para tomarem as melhores decisões, além disso, têm mais facilidade de encantar clientes e geram mais vendas para seu posto de combustíveis.

Funcionários prestativos, eficientes e educados são diferenciais no seu negócio.

Ao treiná-los também considere como deverão se apresentar, atitudes que contribuem para uma boa convivência, regras dos procedimentos e controles internos e outros fatores que eles estejam relacionados de forma direta ou indireta.

Saber a importância que o treinamento tem para sua equipe é exemplo de que você está preocupado com o bom rendimento dos seus contratados.

4 – Delegue funções, permita que seus funcionários trabalhem e respeite hierarquias

Lembre-se: você não pode cuidar de tudo sozinho. Leve esse aspecto em consideração ao formar sua equipe.

Perceba que, de antemão, é fundamental que conheça o perfil de maturidade de cada um dos seus colaboradores. A partir dessa informação é que você irá definir como as ordens serão delegadas:

  • funcionários inexperientes exigem um acompanhamento inicial mais próximo;
  • colaboradores com mais experiências técnicas, comportamentais e mais maturidade emocional podem ter mais autonomia.

A percepção do grau de preparo de seus funcionários para receber novos desafios  demanda contínua atenção, já que para se delegar tarefas, é primordial que o gestor sinta que seu funcionário possui capacidade para realizar o que lhe foi proposto. O acompanhamento constante, até mesmo de você como um gestor, é imprescindível se deseja o desenvolvimento de sua carreira.

Porém, nada adianta dar autoridade a terceiro e posteriormente não respeitar as decisões tomadas por essa pessoa.  Lembre-se que a cadeia de liderança deve ser respeitada, não importa de qual nível hierárquico estamos falando. Agir de outra maneira contribui para desestruturar a organização e promover confusões.

Oriente seus funcionários sobre cada etapa do processo, deixe clara as funções de cada membro. Cobre resultados mas dê espaço para que eles trabalhem. O micro gerenciamento pode ser uma pedra de tropeço para gestores de postos de combustíveis, pois impedem minam o tempo que o gestor poderia estar utilizando em atividades que poderiam trazer maiores resultados para a empresa, como melhorando as estratégias de vendas, mas perceba que em alguns casos ele deve ser feito.

Confie tarefas a terceiros, mas também cobre por resultados e auxilie em dificuldades que eventualmente surjam.

5 – Traga a responsabilidade para si

A construção de um vencedor é um processo realizado diariamente através de um percurso longo e com muitos desafios.

Manter esse título é outra grande competição, que lhe obrigará a querer se superar cada vez mais, e nada contribui mais para isso do que trazer para si as responsabilidades de suas escolhas.

Adotar esse comportamento lhe permitirá aumentar o seu conhecimento, além de ganhar a admiração e a confiança da sua equipe, e nada melhor do que isso para fazer com que seus subordinados tenham uma maior identificação com você e se envolva plenamente com os seus projetos.

6 – Pratique a liderança através do seu exemplo

Se a formação de um chefe demanda apenas a investidura de autoridade conferida pela empresa em que você trabalha, desenvolver uma boa liderança, cujas orientações são acolhidas e praticadas com prazer por seus subordinados, requer muito mais do que isso, é necessário que suas ações estejam alinhadas com o seu discurso.

Nesse aspecto, o velho mantra usado por muitos de “faça o que eu digo e não faça o que eu faço” mina a credibilidade de qualquer pessoa que esteja assumindo a liderança de um grupo, e isso terá impacto direto nos resultados financeiros da empresa, pois poderá resultar em funcionários insatisfeitos, e como consequência problemas com retrabalho, prejuízos com erros e perda de clientes insatisfeitos.

A liderança a como exemplo é uma das maneiras mais eficientes de motivar e influenciar colaboradores em prol dos objetivos do seu posto de combustíveis.

Perceba que construir a liderança como exemplo é um processo que deve ser realizado aos poucos, em que cada ação conta.

Demonstrar preocupação com o rendimento do seu grupo; saber como funciona seu trabalho na prática; proporcionar maneiras que ajudem o desempenho de funções; como treinamentos; e não culpar os outros por seus erros são algumas das formas que devem ser incorporadas ao seu estilo de liderança para melhorar a adesão da sua equipe.

Gostou do nosso post? Quer saber quais aspectos devem estar presentes no comportamento dos seus funcionários para encantar seus clientes? Baixe agora o nosso e-book!

Baixe, imprima e coloque em seu posto a tabela com os 11 passos