Nós do ClubPetro viajamos o Brasil todo, seja para negociação, inauguração ou uma simples visita ao nosso cliente. Conhecemos de perto postos de quase todos os estados brasileiros, seja posto de cidade, ou posto de rodovia, cada um tem sua peculiaridade.

Hoje vou abordar mais o assunto posto de rodovia. Por que possuem tanta discrepância na estrutura oferecida ao cliente? Enquanto alguns revendedores fazem de tudo para agradar o cliente, no caso o caminhoneiro, outros não criam um mínimo de estrutura para atraí-lo.

Alguns revendedores comentam que o perfil do caminhoneiro mudou muito: hoje as transportadoras comandam a rodovia. O custo cada vez maior do óleo diesel e a difícil negociação dos valores de fretes tiraram os caminhoneiros autônomos do mercado. As transportadoras por sua vez buscam segurança, estrutura para seus motoristas e produtos de qualidade. Não há mais espaço para os postos que não acompanham essa nova realidade.

Todo revendedor de rodovia deveria viver um dia de caminhoneiro, ir diariamente ao seu banheiro e observar as condições oferecidas ao seu cliente em todo o posto. Não é possível que ainda ofereçam condições precárias e queiram a pista com grande volume de vendas, isso é desproporcional.

O principal cliente dos postos de rodovia, os caminhoneiros, às vezes passam semanas longe da família, e encontram nos postos, um apoio. E aí está a importância para que tenham uma boa estrutura de alimentação, higiene, cuidado com o caminhão e segurança. O ponto de parada não pode ser estressante, já que a rotina do dia a dia já é muito puxada.

Grandes redes de postos estão entendendo essa realidade do caminhoneiro, e investem cada vez mais em tecnologia e comodidade para serví-lo. No programa “Amigo do Aldo”, dos Postos Aldo, em Cuiabá, o Caminhoneiro encontra estacionamento com cancela eletrônica e segurança. No Posto Graal em Guaratinguetá- SP, a cada 400 litros abastecidos, o motorista ganha pontos e troca pela alimentação, além de ganhar um voucher de banho. No Posto Maracajú, em Guaíra PR, foi construído recentemente um espaço do caminhoneiro em parceria com a Repom, com salão de jogos, barbearia, consultório médico, espaço kids e anfiteatro. Já no Posto Caxuxa, em Luz MG, o revendedor explica que se não tiver WiFi liberado o caminhoneiro nem abastece.

Esses são alguns exemplos que valem a pena: atraem, conquistam e fidelizam clientes de rodovia e levam mais sucesso aos empreendimentos. O revendedor de rodovia, mais do que o de posto urbano, deve rodar alguns postos, também em outros estados, pesquisar e conhecer quais novidades e boas práticas estão sendo implantadas.

No mercado não há mais espaço para os postos que não oferecem o mínimo de estrutura, sem WiFi,  banheiros decentes, espaço de convivência para o caminhoneiro. Fidelizar o cliente de rodovia, dar mais segurança e conforto aos motoristas deixaram de ser diferenciais competitivos. Se você é um revendedor de rodovia e não oferece nenhum desses serviços aos seus clientes, com certeza está perdendo clientes e vendas.

Um único passo para aumentar as vendas do seu posto!