Os clientes gostam de bom atendimento, promoções e prêmios. Disso ninguém duvida. Mas como o revendedor pode reunir essas três vantagens ao mesmo tempo? Uma boa resposta é adotar um programa de fidelização em postos de combustível que seja interessante para todos.

A iniciativa consiste em proporcionar aos consumidores benefícios por escolher o estabelecimento para abastecer o veículo ou adquirir outros produtos e serviços. A medida pode gerar bons resultados, independente do tamanho da empresa, caso tenha critérios bem definidos que sejam de fácil compreensão para o público-alvo e os funcionários.

Neste post, vamos abordar fatores cruciais para que o programa de fidelidade seja bem implantado e proporcione um aumento significativo dos lucros. Confira!

1. Tenha foco no planejamento

Sem dúvida, o empresário deve ter cuidado em adotar alternativas que vão conceder vantagens para os consumidores. Por isso, é essencial ter um planejamento de como converter as vendas em pontos.

Por exemplo, o ideal é fazer com que os clientes não troquem os pontos conquistados por várias mercadorias de grande valor, porque isso pode gerar prejuízos. A recomendação é dar vantagens mais atraentes para os que têm uma maior pontuação.

Imagine que um consumidor seja bastante fiel e abasteça no estabelecimento, pelo menos, três vezes por semana. Dependendo do número de pontos, ele pode ter um desconto no valor do combustível ou adquirir outro produto por um custo mais baixo.

2. Trabalhe com informações de fácil acesso

O gestor de um posto deve também ter muita atenção ao divulgar o programa de fidelidade por dois motivos. O primeiro é oferecer as informações sobre as regras em um local onde o público-alvo possa ler atentamente e tirar eventuais dúvidas.

O segundo é possibilitar que os clientes possam conferir o número de pontos conquistados e verificar como e quando podem convertê-los em produtos ou descontos. Para facilitar o acesso dos clientes aos dados do programa de fidelização, a dica é criar um site, em que as informações podem ser facilmente encontradas. Ao final do abastecimento, ou qualquer outro serviço no posto, o cliente deve ser informado sobre seu saldo de pontos, pelo frentista ou outro funcionário.

No site, é interessante haver um espaço para o consumidor pedir esclarecimentos, caso esteja com dificuldade de entender algum aspecto do programa. Trabalhar de forma transparente e honesta ajuda a cativar os clientes.

3. Procure ter regras claras

O programa de fidelidade deve se caracterizar por ter regras bem definidas e que sejam de fácil compreensão para o público-alvo. Procure ter um regulamento que seja sucinto e capaz de estimular a participação dos consumidores. Evite, ao máximo, o uso de letras pequenas, porque prejudicam a leitura e indicam, na maioria das vezes, parâmetros que podem gerar conflitos entre o estabelecimento e os clientes.

Outra medida que um bom gestor não deve tomar é mudar as regras sem aviso prévio. Com medo de ter prejuízos, o proprietário do posto opta por cancelar a pontuação conquistada pelos participantes e estabelecer que os pontos só contemplam produtos que estão fora da lista de prioridade dos consumidores.

Sem dúvida, esse tipo de ação vai afastar as pessoas do estabelecimento. Em vez de melhorar a relação com o público por meio do programa, o proprietário vai ter uma propaganda bastante negativa do posto, o que é muito ruim para os negócios. Ao criar regras claras, todos vão sair ganhando.

4 vantagens de um Programa de Fidelidade próprio para o seu posto.

4. Mostre os aspectos positivos do programa de fidelização

Uma surpresa agradável é motivo de alegria e de bem-estar para as pessoas. Com esse pensamento, um empresário deve investir em um programa de fidelização. Com certeza, é muito bom oferecer descontos nos produtos e nos serviços para os clientes fiéis, porque eles vão contribuir para divulgar o estabelecimento e aumentar os lucros.

Contudo, apostar em outras alternativas para cativar os consumidores também pode proporcionar resultados expressivos. Por exemplo, imagine que a cada R$ 150 gastos num posto de combustível, o cliente tem direito a um desconto de 25% em um estabelecimento de recreação para crianças durante um determinado período.

Que pai e mãe não gostam de ver os filhos felizes e se divertindo bastante? Com certeza, a parceria entre os dois empreendimentos pode gerar não apenas um aumento na lucratividade, mas também um maior engajamento em relação ao público-alvo. Os beneficiados vão divulgar a inciativa para outros pais que, provavelmente, também vão se interessar pelo programa.

Um posto de combustível também pode fazer parceria com outros estabelecimentos, como:

  • salão de beleza;
  • restaurante;
  • cinema;
  • entre outros.

5. Tenha cuidado com os cadastros antigos

Não tome nenhuma medida que possa deixar o consumidor irritado. Como diz o velho ditado popular: o cliente tem sempre razão. Pense que um grande amigo do proprietário do posto retorna ao estabelecimento depois de um período ausente.

Ao perguntar sobre o número de pontos conquistados no programa de fidelidade, ele recebe uma notícia nada agradável: o cadastro não existe mais. É um caso que pode acontecer com qualquer pessoa, mas gera, inegavelmente, reclamações e críticas à postura do empreendimento. Por isso, procure sempre manter o cadastro dos clientes ativo, mesmo que alguns estejam ausentes durante um certo tempo.

A propaganda negativa tem um poder devastador. Por isso, é fundamental adotar ações que evitem, ao máximo, qualquer tipo de problema com o público. Em um momento de crise econômica e de alta concorrência, o bom atendimento deve ser uma meta permanente em qualquer empresa.

6. Procure conhecer as preferências dos consumidores

Atender bem é uma obrigação. Apesar disso, muitas pessoas têm experiências desagradáveis ao adquirir produtos e serviços. Sair do quadrado é um foco perseguido por muitas organizações devido ao elevado grau de exigência dos clientes.

Neste cenário, os postos de combustíveis devem procurar meios de utilizar as informações coletadas dos clientes para usá-las com a intenção de expandir as vendas. De que maneira isso pode ser feito? Uma boa resposta para a pergunta é investir em um sistema, em que é possível ter vários dados dos consumidores, como:

  • nome;
  • endereço;
  • telefone de contato;
  • histórico das compras;
  • valor médio por compra; e
  • pontos no programa de fidelidade.

Atualmente, ignorar os benefícios do avanço tecnológico é pedir para ser engolido pela concorrência. Sem dúvida, é interessante adquirir um sistema que ajude a gerir os dados do consumidor e os pontos do programa de fidelização.

Para os que desejam conhecer alternativas interessantes para conquistar mais clientes, melhorar a produtividade dos funcionários e aperfeiçoar a gestão do negócio, uma boa dica é assinar a nossa newsletter. Afinal, o conhecimento sempre faz a diferença!